top of page

‘Rei do bitcoin’ é preso pela PF suspeito de desviar R$ 1,5 bilhão em golpe


foto:google

A Polícia Federal do Paraná prendeu nesta segunda-feira (5) cinco pessoas ligadas ao Grupo Bitcoin Banco, com sede em Curitiba, incluindo o presidente da empresa, Cláudio Oliveira, que se autointitula “rei do bitcoin”. As informações são do Valor Investe.

Os outros quatro presos pela polícia são a mulher de Oliveira, um alto executivo do grupo e dois outros investigados que teriam colaborado com o esquema criminoso que envolvia ocultações de bens e fraudes judiciais.

Ainda de acordo com a reportagem, as fraudes praticadas por Oliveira e o grupo podem ter causado danos de mais de R$ 1,5 bilhão a mais de 7 mil pessoas.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Filipe Hille Pace, Oliveira e o GBB promoveram durante mais de quatro anos um golpe no qual recebiam recursos de investidores para supostamente aplicar em bitcoin, com promessas de lucros exorbitantes.

Ele explicou que os acusados criaram um esquema no qual os investidores acreditavam estar investindo em reais ou bitcoins, mas eles nunca chegaram a ter a posse dos bitcoins, e nem os criptoativos nem os supostos rendimentos eram de fato registrados ou movimentados na blockchain, a tecnologia que valida e registra as transações em bitcoins.


Os acusados serão investigados pelos crimes de estelionato, crime contra a economia popular, crimes falimentares, lavagem de dinheiro e outros delitos. E as prisões foram justificadas pela necessidade de interromper a evasão desses recursos.



fonte:https://istoe.com.br/rei-do-bitcoin-e-preso-pela-pf-suspeito-de-desviar-r-15-bilhao-em-golpe/

30 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page