top of page

Prefeitura de Ipatinga lança novas ações voltadas para a segurança no trânsito

Movimento Maio Amarelo chama atenção para elevação do número de acidentes em função de imprudências e distrações

 

Ao centro - Gustavo Nunes, Prefeito de Ipatinga-MG

Com a presença do prefeito Gustavo Nunes, vereadores e diversas outras autoridades civis e militares do município, a Prefeitura de Ipatinga, por meio da Secretaria de Segurança e Convivência Cidadã (Sescon), lançou na manhã desta terça-feira (7), em cerimônia pública realizada na praça 1º de Maio, no Centro, o movimento Maio Amarelo, campanha voltada para a redução de acidentes de trânsito.

 

Além do chefe do Executivo e integrantes do Legislativo, participaram da solenidade o secretário municipal de Segurança, major Clebson Fernandes de Almeida, e representantes da Polícia Militar Rodoviária, 14º Batalhão da PMMG, Corpo de Bombeiros, Associação Comercial, Câmara de Dirigentes Lojistas, Guarda Civil Municipal e  Seção de Educação, Segurança e Fiscalização do Trânsito de Ipatinga (Sesfit).

 

O movimento Maio Amarelo é nacional e cada município que abraça a campanha promove ações locais de conscientização dos motoristas, motociclistas, ciclistas, pedestres e usuários do trânsito em geral a respeito da prevenção aos acidentes que provocam mortos e feridos em grande escala.

 

Uma simulação de acidentes prendeu a atenção de quem passava pela praça 1º de Maio, local do evento. A representação da batida de um carro contra uma árvore, resultando em dois feridos, foi tão real que muita gente pensou ter havido mesmo um acidente naquele momento. A encenação foi produzida e apresentada por educadores artísticos da Secretaria Municipal de Educação.

 

Tragédia da vida real

A partir desta quinta-feira (9), agentes de trânsito da prefeitura estarão em escolas e empresas para levar mensagens e materiais informativos com o intuito de promover a educação no trânsito.

 

Dados recentes mostram que o trânsito continua sendo a maior causa de mortes no País, sendo que 70% dos acidentes são provocados por imprudência ao volante. Um dos ingredientes mais recentes nos levantamentos é o uso do celular enquanto dirige.

 

A distração com o aparelho custa caro ao país e já é a terceira causa de mortes no trânsito, atrás da combinação de bebida e volante e do excesso de velocidade. A interação com o aparelho, seja falando ou trocando mensagens, aumenta em quatro vezes as chances de acidente. As batidas envolvendo motociclistas lideram as estatísticas.

 

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no parágrafo único do artigo 252, define que a multa para o condutor que segurar, manusear ou falar ao telefone celular enquanto dirige é de R$ 293,47, significando ainda sete pontos na carteira.

 

Seja consciente

Paz no trânsito começa por você”. Este é o tema do Maio Amarelo 2024. Ao discursar na abertura da campanha, o prefeito Gustavo Nunes reforçou a mensagem de que cada um precisa fazer sua parte pela segurança de todos. “Nós precisamos reafirmar que o trânsito é feito por todos nós. Se cada um tomar consciência dos perigos da imprudência ao volante, essa soma de reações positivas vai gerar resultados. Então eu conclamo a todos para que acelerem menos, usem o cinto de segurança e guardem o celular quando estiveram dirigindo ou pilotando. É o que peço”, repetiu Gustavo.



fonte: PMI/Secom

37 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page