top of page

Prefeitos de Ipatinga e de Santana do Paraíso debatem novo acesso ao Aeroporto Regional

Projeto prevê viaduto sobre a BR-458 e a Estrada de Ferro Vitória-Minas, precedido por alças rodoviárias


Acompanhado de seu secretariado, o prefeito

, de Santana do Paraíso, foi recebido na manhã desta quinta-feira (10), na sala de reuniões do Executivo de Ipatinga. Ele veio dialogar com o prefeito Gustavo Nunes acerca do novo acesso que está sendo planejado para o Aeroporto Regional do Vale do Aço, localizado na vizinha cidade e também conhecido como Aeroporto de Ipatinga (antigo Aeroporto da Usiminas). O projeto envolve a construção de um viaduto sobre a BR-458 e a linha férrea da Vitória-Minas, ligado a uma alça viária, com participação da Companhia Vale do Rio Doce.


O prefeito de Ipatinga comentou que o aeroporto regional, situado a 7 km da divisa com o município, na saída para Caratinga, é um equipamento de grande relevância, imprescindível para o desenvolvimento do Vale do Aço. “A melhoria do acesso é aguardada há décadas, algo que só não foi consolidado ainda por falta de vontade política”, pontuou.


Sem contar outras localidades, são 28 municípios que dependem diretamente dessa estrutura aeroviária. Além das quatro cidades que compõem a Região Metropolitana (Ipatinga, Coronel Fabriciano, Timóteo e Santana do Paraíso), são mais 24 integrantes do Colar Metropolitano.


Esse aeroporto doméstico serve à RMVA e todo o Colar Metropolitano, e para muitos é um importante meio de transporte e uma das principais formas de deslocamento da região”, destacou o prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes.


Durante a reunião, o mandatário de Santana do Paraíso apresentou ao prefeito de Ipatinga um croqui do novo traçado proposto para acesso ao aeroporto. A ideia é que os municípios trabalhem de forma interativa e cooperativa pela consolidação do benefício, buscando agilidade para execução do projeto.


Gustavo Nunes lembrou que, graças a gestões dos novos governos do Vale do Aço e seus representantes nas esferas estadual e federal, o aeroporto vem sendo servido por novos voos e aeronaves de porte, sendo então a modernização do acesso um fator indispensável para atender a demanda de passageiros. “Tudo isso vem reforçar ainda mais o potencial econômico do nosso município e de toda a região”, completou.


Comments


bottom of page