top of page

Nélio do Abacaxi e Gilmarzinho, ambos ex-vereadores de Fabriciano e Ipatinga, são condenados a pagar multa por prática de nepotismo em 2019

Justiça condena políticos de Ipatinga e Coronel Fabriciano ao pagamento de multa por nepotismo

foto: Gilmarzinho/acervo atvdopovo



Além deles, também foram condenadas duas mulheres favorecidas com as nomeações ilegais, em razão do apadrinhamento político.


O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) obteve a condenação de Gilmar Ferreira Lopes (ex-vereador de Ipatinga, que era filiado ao Avante) e de Nélio Silva Damasceno ‘‘Nélio do Abacaxi’’ (vereador filiado ao PTdoB em Coronel Fabriciano), pela prática articulada de nepotismo. Eles foram condenados por improbidade administrativa e deverão pagar multa civil equivalente a três meses o valor das suas remunerações, à época dos fatos, ocorridos em 2019. 

foto enviada por internauta que não quis se identificar
foto: Nélio do Abacaxi / fonte desconhecida

Além deles, também foram condenadas duas mulheres favorecidas com as nomeações ilegais: Gilcélia de Oliveira Lopes Daniela, filha do ex-vereador de Ipatinga, e Edilene Rosa de Almeida Silva, esposa do agente político de Coronel Fabriciano. Ambas terão que pagar multa civil no valor de uma remuneração mensal devida na época. Todos os valores serão corrigidos monetariamente. 



Na Ação Civil Pública, o MPMG apontou que, visando burlar a vedação constitucional da prática do nepotismo, os agentes trabalhavam para que seus parentes ocupassem cargos de forma cruzada, pensando, assim, que a irregularidade não viria à tona. “Contudo, investigações criminais realizadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – GAEGO e pela Promotoria de Justiça evidenciaram essa situação, que foi confirmada em informações adicionais colhidas no inquérito civil”, diz trecho da ação.  


Segundo apurado, enquanto uma foi nomeada para o cargo de diretora-geral na Câmara Municipal de Coronel Fabriciano em 02/01/2019, a outra foi nomeada, em 18/01/2019, para o cargo de assessora parlamentar de Relações Comunitárias na Câmara Municipal de Ipatinga, sem nenhum critério objetivo, apenas em razão do apadrinhamento político. 


“Os demandados se associaram ilicitamente, objetivando dificultar a fiscalização, bem como as demandadas, ocupando cargos que lhes eram vedados, enriqueceram-se ilicitamente”, defendeu o MPMG. 


foto 1/2: Nélio do Abacaxi ameaçando nossa equipe de reportagem no whatsapp do portal

foto 2/2: Nélio do Abacaxi ameaçando nossa equipe de reportagem no whatsapp do portal

DIREITO DE RESPOSTA:

Nélio do Abacaxi, entrou em contato com a equipe do portal ATVDOPOVO, não para um direito de resposta, mas, sim para acusar, difamar e caluniar, a reportagem de fakenews. A matéria original, está na imprensa regional, não tendo o que se questionar. Mas, mesmo assim, tudo o que ele escreveu foi considerado como direito de resposta e transcrito na íntegra abaixo:

"Eu vou abrir o processo contra você divulgando meu nome e fazendo montagem de um cigarro na mão vou fazer exame que nem fumar eu fumo vou fazer exame provar que eu não fumo pelo exame eu vou processar você". Não se dando por satisfeito, acrescentou "Você como cara credo pai de família fazendo sacanagem e fake News rapaz vira homem velho sou moleque". Mas, não parou por aí, suas calúnias, injúrias e difamações contra o trabalho sério da ATVDOPOVO e seus profissionais envolvidos não pararam, onde Nélio Damasceno (Nélio do Abacaxi) tenta se esquivar das acusações do MPMG e não da imprensa, acrescentou: "Você é um vagabundo rapaz sem caráter sem moral por isso que você não cresce na vida profissional porque você fica só fazendo fake News enquanto é mentira das pessoas". Como nossa equipe não se rebaixou ao seu nível, o que é típico de um profissional da política, continuou disparando "Você vai ter que provar o que está falando seu mentiroso vou processar você fazer um vídeo Você tem prova que você tá falando eu quero ver".

VERDADE DOS FATOS:

Quando nossa equipe de reportagem esteve na sua comunidade, ouvimos de amigos, moradores diversas afirmações, que para preservar sua imagem e a de sua família, preferimos não publicar.

A gente vê o caráter desse tipo de político, é quando ele após 10 anos em que só fizemos matérias que nos custaram tempo, dinheiro, empenho, energia, principalmente durante 3 anos ininterruptos, onde em apenas uma notícia - o que não é fakenews, ele dispara palavras de ataques pessoais, para tentar se esquivar.


Portanto, repudiamos veementemente este tipo de comportamento de uma pessoa que teve todas as oportunidades e as jogou fora por não cumprimento de sua palavra, não somente para com nossa equipe, mas, principalmente para amigos e correligionários que também trabalharam em sua primeira eleição.


Nota da Redação:

  1. Gilmarzinho lutou por aproximadamente 24 anos pra ganhar as eleições. Nossa equipe o ajudou em 2008 e se empenhou ainda mais em 2016 onde culminou com sua vitória. Ele, prometeu que ajudaria ao editor-chefe do portal, contratando-o, que na época passava por uma enorme dificuldade financeira, o que ficou somente na promessa. Infelizmente, demorou tanto tempo para se eleger e com menos de 2 anos, estragou tudo.

  2. Nélio do Abacaxi, Sim, este é um verdadeiro profissional da política: foi assessor do atual presidente da Câmara de Fabriciano - Luciano Lugão, e, entre 2014 e 2016, toda a equipe e família do editor-chefe do portal, se empenhou 4x por ano em sua pré-campanha, sendo locutor, cinegrafista, editor, redator, roteirista, diretor, marketeiro político, produtor musical, compondo 1 parádia e 1 música inédita que foi eleita a melhor música de campanha em toda a cidade de Fabriciano, o, que com o nosso trabalho, culminou com sua vitória com 745 votos em 2016. O que Nélio fez em troca deste trabalho que seria no mínimo uns R$ 50K? Nem deu um abacaxi poder. Quanto ao nepotismo, um dia - no primeiro semestre de 2019, ele ligou para o editor-chefe do portal, dizendo que o ex-prefeito extemporâneo Naná, gostava muito dele e que estava articulando uma vaga no gabinete do Gilmarzinho para ele. Mas, numa lanchonete no Centro de Ipatinga, em frente a praça 1º de maio, vimos o ex-vereador Nélio junto com sua esposa Edilene. Ambos estavam saindo da Câmara de Vereadores de Ipatinga. Ao dar uma pesquisada, descobrimos na época que a esposa estava lotada na Câmara de Ipatinga, o que caracteriza nepotismo triangular. O Nélio, se tornou um verdadeiro ABACAXI PODRE.

  3. Por falar em nepotismo, a prática mais comum é a do nepotismo cruzado, onde políticos e membros dos 3 poderes colocam suas esposas e/ou parentes de 1º grau num dos outros 2 poderes. Se você der uma breve pesquisada, verá que em Ipatinga, assessores de vereadores estão lotados na prefeitura e suas esposas nos gabinetes dos seus vereadores.

bottom of page