top of page

‘Minha culpa’: CEO viraliza ao postar foto chorando no LinkedIn após demitir funcionários


Foto: Reprodução/internet

Braden Wallake, CEO da startup americana HyperSocial, publicou no LinkedIn que a demissão de funcionários de sua empresa foi a coisa mais difícil que já teve que fazer. “Não consigo pensar em um momento pior do que este”, escreveu o CEO. A publicação, com uma foto de Wallake chorando, viralizou na rede social.


No texto, o CEO se responsabiliza por decisões anteriores que causaram as demissões. Wallake escreve que, em dias como esse, gostaria de ser um empresário movido por dinheiro e que não se importa com as pessoas, mas ele não se vê assim. “Eu só quero que as pessoas vejam que nem todo CEO por aí é insensível e não se importa quando ele/ela tem que demitir pessoas”, diz na publicação.


Até a manhã desta quarta-feira, 17, o post contava com mais de 53 mil reações e 10 mil comentários. A repercussão divide opiniões. De um lado, internautas se solidarizaram com o relato do CEO. “São pessoas como você que fazem deste mundo um lugar melhor, obrigada por ser vulnerável e compartilhar a realidade”, escreveu uma usuária da rede social.

Do outro lado, críticas à postura do empresário dizem que a publicação foi uma atitude egoísta. “Eu tenho certeza que ele está se sentindo muito melhor agora com mais de 50 mil reações, mais de 5 milhões de visualizações e 1.023 compartilhamentos, uau, como ele vai usar essa nova fama e status? Talvez ajudar seus funcionários demitidos a encontrar novos trabalhos? Seque essas lágrimas e aja como um líder!”, diz um dos comentários.


“Esta será a coisa mais vulnerável que eu vou compartilhar na vida. Eu fui e voltei atrás se postava isso ou não. Tivemos que demitir alguns de nossos funcionários. Vi muitas demissões nas últimas semanas no LinkedIn. A maioria deles é devido à economia, ou qualquer outro motivo. O nosso? Minha culpa. Tomei uma decisão em fevereiro e fiquei preso nessa decisão por muito tempo. Agora, eu sei que minha equipe vai dizer que “nós tomamos essa decisão juntos”, mas eu nos conduzi a isso. E por causa dessas falhas, precisei fazer hoje a coisa mais difícil que já tive que fazer.


Sempre fomos um negócio que coloca as pessoas em primeiro lugar. E sempre seremos. Dias como hoje, eu gostaria de ser um empresário que fosse movido apenas pelo dinheiro e não se importasse com quem machucou ao longo do caminho. Mas eu não sou. Então, eu só quero que as pessoas vejam que nem todo CEO por aí é insensível e não se importa quando ele/ela tem que demitir pessoas.

Tenho certeza de que existem centenas e milhares de outros como eu. Aqueles que você não escuta sobre. Porque eles não demitiram 50, 500 ou 5.000 funcionários. Eles demitiram um ou dois ou três. Um, dois ou três que ainda estariam aqui se melhores decisões tivessem sido tomadas.


Eu sei que não é profissional dizer aos meus funcionários que eu os amo. Mas do fundo do meu coração, espero que eles saibam o quanto eu os amo. Cada um. Cada história. Cada coisa que os faz sorrir e cada coisa que os faz chorar. Suas famílias. Seus amigos. Seus passatempos. Eu sempre contratei pessoas com base em quem elas são como pessoas. Pessoas com grandes corações e grandes almas.

E não consigo pensar em um momento pior do que este.”



fonte:https://www.msn.com/pt-br/dinheiro/other/minha-culpa-ceo-viraliza-ao-postar-foto-chorando-no-linkedin-ap%C3%B3s-demitir-funcion%C3%A1rios/ar-AA10LrYB?ocid=msedgntp&cvid=09f3223094d946aa8c37603062496ba8

9 visualizações0 comentário
bottom of page