top of page

MG: Prefeitura inicia remoção de carcaças e veículos abandonados na cidade

Na última quarta-feira (23), a Prefeitura de Ipatinga iniciou o recolhimento de carcaças e veículos abandonados na cidade, trabalho que acontece em parceria com o Governo do Estado, envolvendo o suporte da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG).


A Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) explica que a ação é precedida de uma notificação ao proprietário ou responsável pelo veículo ou carcaça. Logo após, há um prazo de 48h (quarenta e oito horas) para a retirada da via pública, tudo conforme o que dispõe a Lei Municipal 2.796, de 10 de dezembro de 2010.


Caso o proprietário não retire o veículo em tempo hábil, poderá ser executada a remoção pelo Poder Público, o que a Prefeitura realiza em parceria com a Polícia Civil. Os veículos/carcaças apreendidos são transportados para um pátio credenciado. Mesmo com a remoção, o proprietário ou responsável é multado, no valor de 10 UFPI (que corresponde a R$1.252,00, confirme decreto 9.570/21e) deve arcar com todas as despesas da remoção para reaver o bem.


A operação desta quarta-feira, empreendida por fiscais da PMI e integrantes da PCMG, abrangeu os bairros Vila Celeste, Cidade Nobre, Canaã e Esperança.

“Iniciamos hoje a retirada de veículos e carcaças em alguns bairros da nossa cidade, e o trabalho terá continuidade. A remoção ajuda não só a limpeza urbana de Ipatinga, mas também é benéfica para a saúde, uma vez que elimina focos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika”, ressaltou o titular da Sesuma, Célio Andrade.


Apreensão e leilão

Após a apreensão, para conseguir retirar os veículos levados ao pátio o proprietário deverá realizar o pagamento dos débitos e ainda providenciar a manutenção necessária. Só assim eles estarão regularizados. Caso isto não ocorra, o veículo será destinado a leilão.



fonte:secom/pmi

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page