top of page

Ipatinga; Secretaria de Saúde realiza atividades de combate à hipertensão

UBS’s de Ipatinga incentivam a participação de usuários com sintomas em programa especial de acompanhamento
Foto: reprodução/internet

Este 26 de abril, terça-feira, é o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão. Para informar à população sobre a prevenção da doença, a Prefeitura de Ipatinga inicia uma série de atividades nas Unidades de Saúde do município. Palestras, aferição de pressão e orientações sobre vida saudável são algumas das ações realizadas nas UBS’s.


A proposta da Secretaria de Saúde é levar conhecimento à sociedade sobre as consequências da hipertensão. Em Ipatinga, os diabéticos e hipertensos contam com o programa Hiperdia, que atende mais de 34 mil pacientes.


O secretário de Saúde de Ipatinga, Cléber de Faria, explica que o intuito das ações nas Unidades é promover um momento de socialização e sensibilização dos pacientes. Assim é motivada a participação nos grupos que funcionam nas Unidades de Saúde com a participação de pacientes hipertensos e diabéticos.


Em Ipatinga, o usuário que apresenta quadro de hipertensão é cadastrado no programa. Desde o seu ingresso, as equipes de saúde realizam o monitoramento e avaliação periódica do paciente, aferindo peso, altura, Índice de Massa Corporal (IMC). A cada seis meses, é feita uma consulta completa para avaliação do estado clínico e orientações.


De acordo com o médico Pedro Paulo Neves, residente em cardiologia pelo InCor (Instituto do Coração da Universidade de São Paulo), em mais de 95% dos casos não são identificadas com clareza as causas associadas à hipertensão. Nessas situações, a doença é chamada de hipertensão arterial sistêmica primária. “As causas da hipertensão são multifatoriais. Sabe-se que a idade, ganho de peso, abuso na ingestão de sódio ao longo dos anos e abuso de álcool estão associados ao aumento da pressão”, explica.


Sinais e sintomas

A hipertensão é uma doença silenciosa. Quando os sintomas surgem, provavelmente ela já estará em fase avançada. Não se descuide! O ideal é visitar o médico periodicamente.


Sintomas

Dor de cabeça

Falta de ar

Visão borrada

Zumbido no ouvido

Tontura

Dores no peito


Fatores de risco

Histórico familiar: filhos de pais hipertensos têm um risco 30% maior de ter pressão alta

Idade: a partir dos 60 anos, as artérias perdem a flexibilidade

Etnia: a doença é mais prevalente na população negra e asiática

Obesidade

Poluição

Estresse

Sono irregular

Menopausa: a queda dos hormônios femininos danifica as artérias

Excesso de bebida alcoólica

Tabagismo

Alto consumo de sal

Sedentarismo

Diabetes

Doenças renais

Apneia do sono

Hipertireoidismo



fonte:SECOM/PMI

ความคิดเห็น


bottom of page